domingo, 22 de janeiro de 2017

* 89% dos municípios brasileiros devem, em conjunto, R$ 99,6 bilhões ao INSS.

Mergulhados em dificuldades financeiras, 4,95 mil municípios (89% do total) sustentam uma dívida bilionária com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). De acordo com a Receita Federal, o passivo soma R$ 99,6 bilhões em contribuições previdenciárias devidas e a inadimplência tem levado ao bloqueio de parcelas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A falta de pagamento também é um dos motivos por trás do “nome sujo” de prefeituras no Cadastro Único de Convênios (Cauc), do governo federal, o que inviabiliza o repasse de transferências voluntárias, como emendas parlamentares.
C2xOv-aWgAQ-geP
Nossa.

* Associação dos Oficiais Militares do RN emite nota sobre situação do sistema prisional.

IMG_5283

* Segundo UOL, em Alcaçuz os presos controlam chaves de pavilhão e até entrada de comida.

Do UOL

Todos os dias, a empresa contratada para fornecer alimentação aos cerca de 1.300 detentos deixa as quentinhas na portaria da penitenciária de Alcaçuz. Naquele momento, agentes chamam um preso, conhecido como “pagador”, que tem um carrinho já preparado para levar os alimentos aos colegas. Sim, são os presos que distribuem a comida entre si –podendo decidir, inclusive, quem se alimenta.

Essa é só uma das rotinas que mostram o domínio dos presos na penitenciária de Nísia Floresta (na Grande Natal), onde, no dia 14 de janeiro, houve um massacre com pelo menos 26 mortes de detentos.

O UOL ouviu por uma semana relatos de agentes, presos, advogados e autoridades sobre como era o presídio antes do massacre.

Em março de 2015, uma rebelião destruiu quatro dos cinco pavilhões. Desde então, os agentes não entram mais na unidade para serviços.

“Quem é que entra com os presos todos soltos para entregar comida? Isso ocorre por falta de segurança. Sem contar que isso não é nosso serviço. Nossa missão é manter a ordem e a segurança na unidade. Os presos que estão lá ganham remissão de pena pelo serviço”, explica a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte, Vilma Batista.

Segundo ela, há um número reduzido de agentes de plantão: antes do massacre do dia 14, eram seis na escala. Agora, com o agravamento da crise, esse número subiu.

Ela conta ainda que os agentes têm um limite de acesso. “Os presos estão soltos, e a gente não tem acesso às áreas. Só quando vem reforço é que a gente faz uma intervenção. O limite de acesso é antes do portão”, afirma.

Isso interfere também quando há necessidade de um advogado conversar com um preso. “Quando precisamos conversar com um preso, vamos até um guichê de atendimento. Lá, vou a um agente do administrativo, que procura saber em que pavilhão ele está. Você pega esse papel e leva a um agente, que chama um preso chaveiro geral. Ele pega o papelzinho, vai correndo ao pavilhão e, quando chega nas proximidades, chama outro preso chaveiro, que no pavilhão começa a gritar para chamar o preso”, conta o advogado e coordenador estadual do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, Gabriel Bulhões.

“Ele vem, então, até a porta do pavilhão, e o chaveiro abre e o tira. Então, vem com o outro chaveiro até o rol de Alcaçuz, quando ele deixa o complexo”, complementa.

Os presos pagadores são jurados de morte por outros detentos por prestarem serviço ao Estado. Por isso, eles ficam em outra acomodação separada.

Ações fracassadas
 
A versão de que os presos estão soltos é confirmada pelo Estado, Ministério Público e Justiça. O juiz da Vara de Execuções Penais de Natal, Henrique Baltazar afirma que o Estado até tentou reconstruir o que houve de destruição, mas fracassou.

“Em março de 2015, quando houve as grandes rebeliões, o Estado disse que ia reconstruir, gastar R$ 8 milhões. Deixei claro que era dinheiro jogado fora, porque iam quebrar tudo de novo. Colocar grades em cela que cabiam oito, mas tinha 20? Era óbvio que iam arrebentar. O dinheiro foi quase todo perdido. Se for recuperar agora, vai acontecer o mesmo”, disse.

Com os presos no controle, o MP (Ministério Público) acredita que houve um fortalecimento das facções.
“Já faz 22 meses que tivemos a pior rebelião de Alcaçuz. Tudo foi quebrado, apenas o pavilhão 5 era inteiro –e agora é o mais depredado. Desde março de 2015 que está tudo fora de controle nos demais pavilhões, que os presos ficam soltos e não se recolhem as celas. Assim, as lideranças do crime exercem sua ditadura sobre os demais presos. Se não resolvermos isso, não resolveremos o problema”, afirma o Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis.

Lá dentro, segundo apurou o UOL, presos de facções cobram “mensalidades”. O PCC, por exemplo, cobra valores e faz rifas rotineiras com intuito de arrecadar fundos. Já o Sindicato do Crime tem um “caixa”, em que cada detento ligado a ela é obrigado a pagar R$ 50 mensais.

Problemas estruturais
 
O pesquisador e coordenador do Obvio (Observatório da Violência Letal Intencional), ligado à Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Ivênio Hermes, explica que além dos problemas causados pelo domínio dos presos, há outros estruturais que tornam ainda mais difícil a existência da unidade.

O presídio é dividido em cinco pavilhões, sendo que o último deles, o 5, é independente e chamado de penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga. Mas o prédio fica dentro do complexo, separado de outros pavilhões apenas por um portão –que foi destruído no sábado. Ele abrigava pessoas do PCC (Primeiro Comando da Capital).

“Alcaçuz tem 10 guaritas, mas apenas nove funcionam. Dessas, só cinco estão sendo utilizadas porque as outras não possuem condições de um homem subir. E elas não se comunicam entre si. Os guariteiros [policiais que ficam nas guaritas] não podem caminhar pelo muro para fazer a segurança do perímetro. Há um ponto cego, onde não há guarita, e faz com que uma parte inteira do presídio seja local de fugas”, explica.

Além disso, o projeto executado seria diferente daquele pensado no início. Um exemplo foi a localização da obra, construída sob dunas móveis. Em 1998, conta uma moradora da região, o local onde Alcaçuz foi erguido era o ponto mais alto da região. Hoje, há várias outras dunas mais altas, que permitem a visão completa da penitenciária.

“O piso não é de concreto, e assim é fácil fazer escavações. Os pavilhões são de alvenaria, tijolo, que são facilmente quebráveis. Não há como fixar grades corretamente. Sem contar que um dos lados fica muito próximo da comunidade e permite que pessoas lancem para dentro qualquer material”, explica Hermes, que também é engenheiro civil.

Ações do governo
 
A principal ideia do governo para acabar com a guerra de facções –até a construção de novos presídios– é erguer um muro para separar os detentos de grupos opostos. A obra teve início nesse sábado (22).

O governador Robinson Faria (PSD) afirmou que não tem como meta reformar Alcaçuz e pretende acabar com a unidade após a construção dos três presídios previstos.

Já sobre a falta de pessoal, o governo anunciou que vai contratar 700 agentes penitenciários provisórios. A medida, porém, é criticada pelo sindicato da categoria, que planeja uma greve em protesto contra a medida.
Presos no comando.

* Sem novidade, Hospital de Caraúbas sem médicos.

A falta de médicos no Hospital de Caraúbas é uma constante sobretudo nesses últimos dois anos, vergonha!

Na noite de ontem (21), essa caótica situação voltou a se repetir na unidade de saúde.

Não se tem notícias se essa constante segue hoje (22).

O comando da 'Nova' Caraúbas já passou 2 anos ladeado do governador e não conseguiu se quer amenizar essa situação, pelo contrário pelo Regional a situação é de mal a pior!
Realidade vergonhosa.

* Cúpula da Segurança do Governo Robinson não se entende.

Já fiz o ditado: Quando o trem desanda é difícil entrar nos trilhos. 

A cúpula da Segurança Pública do Governo Robinson Faria não se entende. 

– O Secretário de Segurança Pública Caio César foi quem deu decisões em Alcaçuz, se colocando acima do Secretário de Justiça, Virgulino. 

– Segundo a Revista Época e O Globo, o secretário Virgulino teria afirmado que o Governo Robinson negociou com o PCC na tentativa de retomar o comando de Alcaçuz. 

– Hoje foi a vez do recém-empossado Comandante da Polícia Militar, Coronel André Azevedo, declarar que a Secretaria de Justiça perdeu o comando de Alcaçuz e quem manda lá são os presos.

* Inscrições para o SISU começam nesta terça-feira, consulta já pode ser feita no site.

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam esta semana, do dia 24 ao dia 27 de janeiro. As vagas já estão disponíveis e os estudantes podem aproveitar o final de semana para pesquisar as melhores opções.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.
Chamada-Regular-Resultado-Sisu-2016
SISU.

sábado, 21 de janeiro de 2017

* Corpo do ministro do STF Teori Zavascki é enterrado em Porto Alegre.

O corpo do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki foi sepultado na tarde deste sábado (21) em um cemitério na Zona Leste de Porto Alegre. Durante o dia, ocorreu o velório na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Teori morreu na queda de um avião em Paraty, no Rio de Janeiro, na quinta-feira (19).

O velório teve início às 9h, mas apenas com a presença da família, de amigos e de pessoas do meio jurídico mais próximas ao ministro. A cerimônia só foi aberta ao público às 11h, mas a imprensa não teve a entrada permitida.
whatsapp_image_2017-01-21_at_18.07.47
Funeral.

* Peritos acham mais partes de corpos na Penitenciária de Alcaçuz.

G1/RN: Peritos e necrotomistas do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) recolheram neste sábado (21) na Penitenciária de Alcaçuz, na Grande Natal, partes de corpos de presos que podem ter sido assassinados durante as rebeliões no presídio durante a semana. De acordo com a direção da Instituto, partes foram encontradas nos pavilhões 2, 3 e 4.

Neste sábado (21), três equipes de peritos foram acionadas e se deslocaram para Alcaçuz, onde a Polícia Militar realiza uma intervenção. A missão é fazer uma varredura em busca de possíveis corpos.

A busca foi feita em setores onde não há presos. O Itep não informou detalhes sobre os materiais recolhidos.
itep
Perícia criminal.

* Em Caraúbas, vereadores precisam atuar na fiscalização.

O câmara municipal de vereadores de Caraúbas precisa atuar com veemência na fiscalização do poder executivo, pois assim estará exercendo sue papel institucional.

Essa lembrança se faz necessário já no início da gestão, e dos trabalhos legislativos para assim, a sociedade possa se sentir bem representada, tanto no âmbito legislativo quanto no executivo.

Segue o jogo!
Estaremos de olho na atuação parlamentar!

* Em Caraúbas, prefeito contrata sem licitação árbitro por mais de R$ 3.200.

Na prefeitura de Caraúbas o dinheiro tá sobrando, e aproveitando inclusive a gordura deixada pela gestão passada, o prefeito contratou sem licitação um profissional do ramo da arbitragem pela bagatela de R$ 3.220, hum.

Após ratificar a contratação sem a licitação, o gestor alegou que esse valor está compatível com o mercado.

Árbitro tá ganhando bem na terrinha.
Segue o jogo literalmente.

* Trapalhada do governo culmina em sete dias de rebelião.

Da revista Época

Já fazia mais de 100 horas que, com escudos improvisados e rostos encobertos por camisetas, presos dominavam a penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Na manhã da quarta-feira (18), o pátio da cadeia lembrava um campo de batalha medieval prestes a explodir. Criminosos da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) ocupavam o lado esquerdo da arena.

Separados por uma barricada de chapas de madeira, membros da organização potiguar Sindicato do Crime (SDC) estavam a postos à direita. Àquela altura, com o peso de 26 assassinatos desde o início da rebelião, o governo estadual se viu emparedado. Em desvantagem, decidiu negociar.

A missão foi encabeçada pela delegada Sheila Freitas, diretora da Polícia Civil na Grande Natal. Sheila é descrita em uma homenagem de parlamentares como “sinônimo de força e de muita determinação”, predicados úteis nas tratativas com a bandidagem.

Segundo um integrante do alto escalão do governo, a negociação aconteceu na sede da polícia, no bairro Cidade Esperança, com José Claudio Cândido do Prado, o Doni Gil, um dos chefões da facção paulista no Rio Grande do Norte. O acordo foi registrado em ata.

Na segunda-feira (16), ele havia sido retirado do presídio com outros quatro do PCC para presídios federais. Foi Doni quem determinou os termos da rendição. Em troca de devolver a calmaria à cadeia, exigiu que o governo transferisse dali somente membros do SDC – no mundo do crime, mudar de “casa” é como ter a prisão decretada pela segunda vez. Sheila consentiu, e o pacto foi selado.

Ao determinar a remoção de 220 detentos de Alcaçuz, nenhum deles do PCC, o governador Robinson Faria (PSD) ignorou a recomendação do setor de inteligência prisional: a de retirar integrantes da facção paulista em vez dos membros da potiguar, por serem minoria – 500 diante de 1.000.

Secretário lamenta orientação ser ignorada por governador

“O que dissemos não foi levado em consideração”, afirmou Wallber Virgolino, secretário de Justiça e Cidadania, em entrevista a ÉPOCA. Num roteiro recorrente para autoridades da segurança pública, Faria negou com veemência qualquer tipo de acordo com o crime, assim como minimizou a divergência com Virgolino. Sheila negou-se a atender à reportagem por impossibilidade de agenda.

Desavenças em momentos de crise são sinais inequívocos de que a situação está fugindo do controle. A confusão entre as autoridades logo foi sentida fora do gabinete. Na mesma tarde do aval para a remoção dos presos, chefes do Sindicato do Crime emitiram um “salve”, como são chamadas as ordens, determinando que os ataques chegassem às ruas.

Pela primeira vez desde o começo da crise na segurança pública – deflagrada em outubro passado, em decorrência de uma guerra entre PCC e a carioca Comando Vermelho (CV) –, a barbárie saiu das prisões.

A Grande Natal foi tomada por cenas de horror. A Polícia Militar registrou pelo menos 38 incêndios e ataques a ônibus, carros oficiais e prédios públicos. Amedrontada, boa parte dos turistas não saiu dos hotéis. Na manhã da quinta-feira (19), a batalha campal se concretizou em Alcaçuz – e pôs fim ao frágil armistício costurado com o governo.

Os presos se enfrentaram com barras de ferro, pedras e pedaços de pau e armas de fogo. A Polícia Militar afirmou que os detentos “estavam armados e se matando”. Sobrou até para o diretor do presídio, Ivo Freire, ferido por estilhaços. Houve mais mortes, mas o número não foi confirmado.

Trapalhadas

O governador Robinson Faria veio a público na quinta-feira para dar uma resposta às trapalhadas ao longo da semana. No ponto mais agudo da crise, anunciou a entrada do Batalhão de Choque em Alcaçuz como medida imediata para conter a batalha medieval. Prometeu mais.

Na entrevista ao canal de TV Globonews (veja AQUI), disse ao vivo para o Brasil que, na manhã seguinte, daria início à construção de um muro para isolar grupos rivais. Parecia ter esquecido que a derrubada de um, dias antes, permitiu o massacre em Alcaçuz.

Saiba mais detalhes AQUI.
 
Que coisa não.

* Denúncia do MP contra irmãos Alves e demais investigados é destaque na imprensa do RN.

Em todos os grandes veículos de comunicação do estado do Rio Grande do Norte, a notícia de maior destaque no dia de hoje (21), é a que trata da denúncia do Ministério Público de Macau, na qual os irmãos Alves (Eugênio e Juninho Alves) entre muitos outros investigados são acusados de envolvimento em desvio de recursos públicos na ordem de R$ 1.615.000,00.

Até o momento os irmãos não se pronunciaram sobre o tema contudo, caso desejem o espaço estará aberto.

Confira denúncia: http://blogdojoaomarcolino.blogspot.com.br/2017/01/muito-grave-mp-denuncia-prefeito.html

Para ler mais matérias sobre a Operação Máscara Negra clique neste link 
Irmãos denunciados.
Fonte: MPRN.

* Meu Deus: Governo do RN começa neste sábado a construir muro em presídio.

O Governo do RN começa neste sábado a construir muro em presídio A sexta­feira, o sétimo dia de confronto na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, continuou com o interior do prédio sob o controle dos detentos, apesar de não ter havido novos confrontos como os que foram vistos um dia antes e transmitidos ao vivo pela televisão em todo o país. Três feridos foram retirados por cima dos muros da prisão e 11 detentos foram transferidos por ter direito à progressão da pena para o semiaberto.

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Estado, pelo menos 20 presos já foram retirados de Alcaçuz desde quintafeira. A maioria foi resgatada na madrugada de sexta­feira, segundo a pasta. Foi solicitado que o hospital para onde todos foram transferidos seja mantido em sigilo para evitar tentativas de resgate. O estado de saúde do internos também não foi divulgado. Outros três homens foram retirados na tarde de sexta por meio de macas içadas pelo Corpo de Bombeiros. O trabalho foi feito com a ajuda de cordas para ultrapassar os altos muros da unidade, já que as forças policiais estaduais têm acesso livre somente à parte de fora.
o muro
Grande saída do governo Robinson Faria.

* MPRN recomenda que governo adote providências em Alcaçuz.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte publicou, nesta sexta-feira (20), como parte do trabalho da Força Tarefa do Sistema Penitenciário, recomendações destinadas ao governo estadual para providências no presídio de Alcaçuz.

De acordo com a Procuradoria Geral de Justiça, a recomendação leva em conta o fato de o MP ser “essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis”.

No total, foram cinco recomendações publicadas pelo Ministério Público Estadual, assinadas pelo Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis, e mais sete promotores da Força Tarefa.
As recomendações são:

1) Que sejam tomadas todas as providências efetivas para retomar o controle das unidades prisionais do Estado do Rio Grande do Norte, adotando as medidas necessárias, inclusive mediante o uso de força policial que se faça necessária, na forma da lei;

2) Que determine aos integrantes das forças de segurança estaduais que apreendam e entreguem à Polícia Civil, comunicando ao Ministério Público, armamentos, aparelhos celulares, substâncias explosivas, drogas e qualquer outro bem ilícito que esteja em posse dos detentos dentro dos estabelecimentos prisionais;

3) Que determine a retirada das vítimas de homicídio do Complexo de Alcaçuz, encaminhe ao Itep e divulgue suas respectivas identificações;
(Continuar lendo…)
brazil-prison-_stringer_reuters-4
Presos no controle.

* Muito grave: MP denuncia prefeito Juninho Alves, Eugênio Alves, ex prefeito de Macau e muitos outros.

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Macau ajuizou seis denúncias contra o ex- prefeito do Município, Flávio Vieira Veras, e o núcleo de servidores públicos municipais: Francisco Gaspar da Silva Paraíba Cabral, Francisco de Assis Guimarães e Miguel Fernandes de França. A oferta das denúncias ao Judiciário faz parte da continuidade das investigações pertinentes à Operação Máscara Negra. As ações criminais mencionadas apuram a responsabilidade pelo desvio de dinheiro público no montante de R$ 1.615.000,00.

Também foram denunciados os empresários das bandas Grafith (Cristiano Gomes de Lima Júnior, o “Júnior Grafith”; Angélica Dias de Araújo; Edvânio de Oliveira Dantas, o “Ed Oliveira”); Cabaço Molhado (José Romildo da Cunha, conhecido como “Romildo da Banda Cabaço Molhado”); Cavaleiros do Forró, Deixe de Brincadeira e Forró da Pegação (Alex Sandro Ferreira de Melo, conhecido como “Alex Padang”; Janine Santos de Melo; Leonardo Martins de Medeiros e Márcio Denes de Araújo); Feras (Adonis Araújo de Assis, Carlos Alberto Pereira da Silva e João Lenilson Viana Pinheiro); Axé Mais (Francisco Edson Ribeiro da Silva, conhecido como Edinho Ribeiro, Darlan Moura da Silva e Mônica Palmeira dos Santos) e Saia Rodada (Francisco Eugênio Alves da Silva, Antônio Alves da Silva (Juninho Alves) e José Carlos de Sousa).

Ressalta-se que a Prefeitura de Macau passa por grave crise financeira e está na lista de municípios que tiveram decretado pelo Governo do Estado situação de emergência. Além disso, o ano letivo 2016 não foi concluído nas escolas municipais e os salários dos servidores públicos municipais, ativos e inativos estão atrasados.

Para ler mais matérias sobre a Operação Máscara Negra clique neste link 
Irmãos denunciados.
Fonte: MPRN.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

* Para 83% dos brasileiros, morte de Zavascki não foi acidente.

Para 83% dos brasileiros a morte do ministro do STF e relator da Lava-Jato Teori Zavascki não foi acidente. Apenas 15% acreditam em fatalidade, enquanto 1,3% não soube ou não quis responder.

A pesquisa foi realizada a partir de questionário online entre os dias 19 e 20 de janeiro de 2017 pelo Instituto Paraná Pesquisas.
Radar On-Line

* Juiz do TRF barra candidatura de Rodrigo Maia.

O juiz federal substituto Eduardo Ribeiro de Oliveira, da 15ª Vara Federal em Brasília, acatou nesta sexta-feira ação popular que pede a suspensão da candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara dos Deputados. A disputa está programada para o dia 2 de fevereiro.

A ação, movida pelo advogado Marcos Aldenir Ferreira Ribas, pedia o imediato afastamento de Maia da presidência da Câmara, sob pena de prisão, “mediante requisição de força policial, uma vez constatada suspeita de ocultação, devidamente certificada pelo oficial de justiça”. Ribas solicitou ainda que ficassem suspensos a eleição e o prazo registro de candidaturas até que a ação fosse julgada.

Em nota, Rodrigo Maia disse considerar a decisão do juiz “equivocada” e questionou o tribunal julgador da causa – em primeira instância, sendo que é prerrogativa do Supremo Tribunal Federal (STF) julgar questões do Legislativo. “É uma decisão que não cabe a um juizado de primeira instância. Já estamos recorrendo e confiando na Justiça esperando a anulação o mais rápido possível.
brasil-politica-presidente-camara-dos-deputados-rodrigo-maia-20161010-04
Rodrigo Maia.
Veja

* Jornal ‘O Globo’ reafirma que Secretário de Justiça do RN admitiu conversas do Governo Robinson com PCC.

Do Jornal ‘O Globo’ desta sexta-feira (20):
z
Esse secretário vai cair!

* Em Caraúbas as 'velhas' práticas de volta...

Na terra das caraubeiras as 'velhas' práticas já estariam de volta, nossa!

No passado, a divisão de salários era uma constante e pelas bandas do Apanha Peixe os rumores já existem do retorno da 'ópera' acima.

Dois em '1' ?

Até o catiguinha enlouquece!
Dois ou duas trabalham e '1' recebe!!!!

* Robinson perdido: Hospitais do RN estão há três dias sem alimentação.

Acompanhantes e servidores dos hospitais estaduais do RN estão com a alimentação suspensa desde terça-feira (17), sendo garantida apenas para os pacientes. O motivo é a greve dos funcionários terceirizados da empresa JMT, responsável pela produção das refeições, que estão sem receber o salário.

Os servidores da saúde, que trabalham em plantões de 12 horas, estão sem almoço e janta. No Hospital Ruy Pereira, o café da manhã também foi suspenso. “Nós já estamos recebendo atrasado, pagando juros, e agora vamos ter que pagar pra comer? Não tenho condições de comer na rua, de pagar quentinha”, afirma uma técnica no hospital Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim.

No Hospital Maria Alice Fernandes, os servidores dos setores administrativos serão liberados às 13h e as escalas de plantão estão sendo organizadas para plantões de seis horas. O vencimento básico inicial de um técnico de enfermagem em regime de 12 plantões de 12 horas é de R$ 1.030,26, além de uma gratificação fixa de R$ 251,69. Os valores estão sem sofrer alteração desde 2014.

Em novembro, as refeições chegaram a ser suspensas por quase uma semana nos hospitais estaduais, por atraso no pagamento às empresas fornecedoras de alimentos.

Além da falta de pagamento salarial dos funcionários da JMT, os servidores da SAFE, que fazem a higienização dos hospitais, ainda não receberam o 13º salário.

* Atenção Prefeitura e Justiça de Caraúbas: Estamos no aguardo das Prestações de contas da festa de São Sebastião 2017.

A sociedade caraubense espera que o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, Comarca de Caraúbas e os demais membros do poder judiciário local, possa acelerar junto a Prefeitura de Caraúbas a prestação de contas de todos os gastos e arrecadações relacionadas aos festejos alusivos do Padroeiro São Sebastião 2017, no âmbito social.

O município de Caraúbas está em estado de calamidade pública e a prefeitura realizou 11 noites de festas em praça pública, onde foram propagadas de forma veemente a realização dos festejos sociais por parte da municipalidade local, fato esse que no passado era 'proibido'.

A sociedade ainda quer saber como foram contabilizados as cobradas  (taxas) das barracas, trailer e demais vendas, inclusive do parque por parte da Prefeitura de Caraúbas, além de como será feita a arrecadação municipal dos inúmeros estacionamentos que se espalharam por todas as imediações da Praça de eventos e adjacências. 

Acreditasse que a gestão da  'Nova' Caraúbas terá o maior prazer em realizar essa prestação de contas até porque, isso demonstrará a transparência e a honestidade da mesma contudo caso isso por ventura não vier acontecer ou mesmo acontecendo que o Poder Judiciário possa também realizar suas investigações para não pairar nenhuma dúvida sobre os fatos.

Iremos cobrar essas prestações de conta da Prefeitura de Caraúbas até porque esse dinheiro é do povo!
Atenção MP!

* Nossa: Construção de uma parede é a saída para conter rebelião em Alçacuz.

Policiais da Polícia Militar, integrantes do Batalhão de Choque, entraram agora há pouco na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, que desde o último sábado (14), se encontra em rebelião com a morte já confirmada de 26 presos e outras ocorridas nesta quinta-feira (19).

O objetivo é separar as duas facções, Sindicato do RN e PCC.

“Vamos construir uma parede para separar as duas facções”, declarou o governador Robinson Faria à imprensa.
Foto: Elias Medeiros
O saída fraca meu DEUS!

* Polícia Federal e MPF vão investigar acidente que causou a morte de Teori.

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal em Angra dos Reis (RJ) abriram inquéritos para apurar as causas do acidente aéreo que levou à morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, nesta quinta-feira (19/1).

No MPF, o inquérito foi aberto pela procuradora da República Cristina Nascimento de Melo. Teori morreu aos 68 anos com outras quatro pessoas na queda de uma aeronave que já se preparava para pousar no aeroporto de Paraty (RJ). O ministro ia para a casa de praia de seu amigo Carlos Alberto Filgueiras, empresário, 69 anos, que também morreu.not

* Em Caraúbas, Carol Fernandes segue realizando visitas...

A jovem Carol Fernandes (PR), segue realizando visitas aos munícipes locais e participando de solenidades à convite de amigos e aliados.

A 'Bela' participou da entrega da premiação da copa São Sebastião 2017, onde na oportunidade foi muito  aplaudida e abraçada.

Na manhã de ontem (19), visitou inúmeros amigos e aliados políticos, entre eles o ex vereador Neguinho de Grosso, hum.

A 'Bela' seguirá com o pé literalmente na estrada, nossa.
Vem novidades por aí!

* Prefeitura de Apodi anuncia aumento no repasse aos universitários.

O prefeito de Apodi, Alan Silveira (PMDB), se reuniu com representantes da Associação dos Estudantes de Nível Técnico e Superior (AENTS), na tarde desta quinta-feira (19), para discutir os últimos detalhes da parceria entre o município e os universitários.

 Durante a conversa, Alan anunciou que a prefeitura vai contribuir com um valor maior do que o previsto inicialmente. Com o aumento, serão R$ 270 mil por ano em combustíveis.
IMG_4850
Sr. Alan era para os alunos não pagarem nada.

* Filho do traficante Elias Maluco foi preso em Mossoró.

Policiais militares da Rádio Patrulha do 2º Batalhão de Polícia Militar prenderam duas pessoas na madrugada desta sexta-feira, 20, após receber informação de um arrombamento na Escola Estadual Moreira Dias, no bairro Doze Anos.

Foram apreendidos Antônio Max da Costa, 31 anos, e um adolescente de 16 anos. Os dois fugiam com o computador roubado da unidade de ensino.

Após uma averiguação na delegacia foi constatado que o adolescente é filho do traficante e homicida carioca Elias Pereira da Silva, mais conhecido por Elias Maluco, que se encontra cumprindo pena no Presídio Federal de Mossoró e ficou notadamente conhecido em 2002 quando foi preso por assassinar Tim Lopes, jornalista da TV Globo.

Também é apontado como um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho e acusado pela morte de mais de sessenta pessoas.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

* Robinson: não negociei, não aceito e não admito.

O governador Robinson Faria convocou o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), no início da tarde desta quinta-feira (19), e determinou a entrada das forças de segurança do Estado na Penitenciária Estadual de Alcaçuz. A operação, explicou ele, tem como objetivo a remoção dos presos, separando os membros das facções rivais para evitar um novo confronto.

“A ação do governo está tendo reações, mas o governo não vai recuar. E é preciso reafirmar: em nenhum momento, o governo autorizou qualquer tipo de negociação, seja com o PCC ou com o Sindicato. Não negociei, não aceito, não autorizo e não admito”, afirmou o governador à imprensa, após o início da operação.

O governador ainda afirmou que será feita a construção de uma barreira física, de concreto, para manter as facções isoladas dentro da penitenciária em Nísia Floresta. Compõem a operação agentes dos batalhões de Operações Especiais (Bope) e de Choque (BPChoque), e o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania.
rob não
Robinson Faria.

* Teori Zavascki morreu na queda do avião; ameaças foram relatadas pelo filho.

Francisco filho do ministro Teori Zavascki já havia registrado nas redes sociais em maio do ano passado que, caso acontecesse algo com a família dele, “vocês já sabem onde procurar”. A mensagem foi apagada, mas mesmo assim foi recuperada por leitores do Blog do Esmael.

“É óbvio que há movimentos dos mais variados tipos para frear a Lava Jato. Penso que é até infantil que não há, isto é, que criminosos do pior tipo (conforme o MPF afirma) simplesmente resolveram se submeter à lei! Acredito que a Lei e as instituições vão vencer. Porém, alerto: se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar…! Fica o recado!”

Zavascki era relator dos processos ligados à Operação Lava Jato no STF e já tinha começado a trabalhar na homologação da delação premiada de 77 executivos da empreiteira Odebrecht.
teori_queda_chico
Muito estranho.

* Em Caraúbas, confira as promoções do Praxedes Supermercado.

Promoções até 21 de janeiro.

* Em Caraúbas não existe desejo de colocar creche em funcionamento...

O governismo 'tenha paciência' não tema mínima intenção de colocar em funcionamento a creche modelo, essa é a realidade, inclusive existiram pedidos para a mesma se quer tivesse sido inaugurada.

A meta é economizar?

Essa economia, nossa!
O povo  também está de olho!

* Em Caraúbas recadastramento será para evitar contratações, nossa.

O governismo da 'Nova' Caraúbas está dando com início um recadastramento dos servidores efetivos da rede municipal, hum.

A real intenção da gestão 'tenha paciência' é com essa ação contratar o mínimo possível, nossa.

Resta saber onde ficarão as promessas de centenas de empregos feitas no pleito eleitoral, eita.

Segue o jogo!
Promessas já eram...

* Força policial se prepara para entrar em presídio do RN, diz governador.

O governador Robinson Faria (PSD) afirmou na tarde desta quinta­-feira (19) que as forças policiais do Estado estão preparadas para entrar a qualquer momento no presídio de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal, que está tomado por presos rebelados há seis dias.

“A curto prazo agora é evitar uma nova briga, uma nova matança entre eles. Por isso nós vamos entrar daqui a pouquinho, a operação vai começar já já. Em um segundo momento vamos transferir os presos das facções para presídios separadamente”, afirmou Faria em entrevista à GloboNews.

Ele ainda falou em separar membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) e o Sindicato do Crime, que hoje andam livremente dentro do presídio. “A ordem é retomar a ordem do presídio, fazer uma corrente humana dentro, de policiais, separando eles, para acabar com essa folga de ficarem perambulando, e amanhã se inicia a construção de um paredão, de placas de concreto, para separar até você ter toda a remoção, no Estado inteiro”
C2jgtXuWgAAHilT
Vai gerar essa ação.

* Presos tomam território de facção rival em Alcaçuz e tentam avançar.

Barricadas, clima de guerra e verdadeira batalha campal. Um presídio praticamente destruído e ameaças e confrontos sucessivos. A Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no município de Nísia Floresta, na Grande Natal, na manhã desta quinta-feira(19), registra o seu momento mais tenso depois da rebelião sangrenta do sábado(14), em que 26 presos foram mortos, contagem do Itep, até o momento.

A situação sem controle em Alcaçuz já registra vários feridos. A Polícia não se encontra na área interna. Detentos do Pavilhão  5 avançaram em território até então ocupado por presos do Pavilhão 4, e o confronto foi iniciado. Barricadas frágeis separam presos. Guariteiros realizam disparos de balas de borracha.
C2icWIkXUAAhT1C
Guerra declarada.
Blog do BG

* Governo do Estado paga R$ 2,4 milhões em Garantia Safra.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), pagou nesta quinta-feira (19) a contrapartida do Garantia Safra 2015/2016 para a região II. Foram repassados R$ 2.468.502,00 aos 64 municípios que compõem a área. Com o pagamento de R$ 2.694.024,00 em dezembro do ano passado para os agricultores da região I, o investimento total do Executivo no Garantia Safra 2015/2016 ultrapassa R$ 5,1 milhões. Estima-se um impacto de R$ 46 milhões na economia dos municípios das duas regiões.

Na primeira etapa, 26.412 agricultores da Região I, composta por 85 municípios, receberam o benefício. Dessa vez, estão sendo beneficiados 24.201 agricultores de 64 municípios que compõem a região II.

* Confronto de presos ao vivo faz Alcaçuz tem dia de ‘Big Brother’.

A Penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal, revelou ao país em tempo real como acontece um confronto entre presos. O principal motivo foi a topografia – o presídio, localizado entre dunas, permitiu às equipes de TV ampla captação de imagens dos detentos se enfrentando e possibilitou transmissão ao vivo das hostilidades.

A GloboNews ficou pouco mais de três horas ao vivo mostrando as imagens do confronto campal dentro do presídio. O link ao vivo começou com a entrada no ar do Jornal GloboNews – Edição das 10h, e prosseguiu até pouco depois das 13h, quando passou a dar espaço a outros assuntos.  Um repórter no local e os âncoras no estúdio narravam o passo a passo do enfrentamento entre os detentos – ligados basicamente às facções criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e Sindicato do Crime do RN – e as reações dos chamados “guariteiros”, os policiais e agentes que fazem a segurança da muralha.

A transmissão do motim chegou ao Jornal Globonews – Edição do Meio-Dia e impediu a veiculação dos programas Cidades e Soluções, previsto para as 12h05, e Milênio (12h30). A exibição ininterrupta do confronto só terminou com o Jornal GloboNews – Edição das 13h, que passou a tratar também de outros temas.

Veículos de comunicação do Rio Grande do Norte também estão disponibilizando link ao vivo do enfrentamento na internet. O Novo Jornal, por exemplo, fez um streaming no Facebook, que tinha 1,3 mil pessoas acompanhando por volta das 13h.
brasil-rn-alcacuz-20170119-01
Aqui ponto chegamos!

* Empresa que presta serviços ao Governo do Estado em hospitais públicos confirma dívida de R$ 9,5 milhões.

Nota de Esclarecimento da JMT: 

“Em atenção à imprensa e à sociedade, o Grupo Empresarial JMT presta esclarecimentos sobre o contrato firmado entre a JMT Service e Locação de Mão de Obra e a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte. Devido ao atraso, de dois meses, no pagamento da SESAP à empresa, além da não quitação de outras obrigações contratuais de reajustes e repactuações, referentes aos anos de 2015 e 2016, que soma um montante de R$ 9,5 milhões devedor, a JMT está impossibilitada de cumprir com o pagamento dos salários do mês de dezembro de 2016 dos profissionais que atuam nos hospitais geridos pelo Governo do RN. O Grupo Empresarial JMT pede a compreensão de todos os trabalhadores e informa que já está buscando alternativas legais para que, o quanto antes, a situação esteja normalizada”.
Nota de esclarecimento.

* Novos presos mortos em Alcaçuz e diretor é baleado.

A Polícia Militar informou a imprensa que novos presos morreram na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, após o confronto entre facções desta quinta-feira (19).

Várias pessoas foram feridas, entre elas, o diretor da unidade prisional, Ivo Freire, que sofreu um tio de raspão.
z
Sem controle.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

* Bandidos tocam fogo em carro do Governo do Estado no Bairro de Mãe Luiza.

Bandidos atearam fogo em um carro do Governo do Estado agora há pouco no Bairro de Mãe Luiza.

A polícia já trabalha com a possibilidade de ser PCC ou Sindicato do Crime em ação.
Foto: Redes Sociais
Bandidos.

* Natal: Sindicato manda recolher frota após ataques e incêndio a ônibus.

Os ônibus que circulam em Natal estão sendo recolhidos às garagens. A ordem foi dada e a informação confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte. A justificativa é a falta de segurança. Na tarde desta quarta (18), três ônibus e um carro do governo do estado sofreram ataques criminosos. O vídeo acima mostra um dos ônibus em chamas. Não há informação de feridos.

Segundo o major Eduardo Franco, da assessoria de comunicação da PM, a Secretaria de Segurança investiga se os ataques têm relação com a crise no sistema penitenciário do estado.

Ainda de acordo com o sindicato dos rodoviários, uma reunião a ser realizada ainda nesta quarta vai definir se os ônibus circularão normalmente nesta quinta (19).
WhatsApp Image 2017-01-18 at 16.15.11
O estado paralelo no comando.

* Em Caraúbas entrevista de Carol Fernandes 'roubou' a cena...

A repercussão da entrevista da 'Bela' Carol Fernandes (PR), não poderia ser melhor pois é o assunto mais comentado em todo município.

As inúmeras demonstrações de carinho foi marcante e demonstrou a força política da 'Bela'.

Que venha 2018!
Segue o jogo!

* Resultados das provas do Enem 2016 já podem ser consultado.

O Ministério da Educação divulgou nesta quarta-feira (18) as notas do Exame Nacional do Ensino Médio 2016. As consultas são individuais e restritas aos candidatos. Para ter acesso, o estudante precisa digitar CPF e senha no site http://enem.inep.gov.br/participante.

Os candidatos terão acesso às notas de cada uma das quatro provas – ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática – e da redação, que teve como tema a intolerância religiosa no Brasil. Para consultá-las, o candidato deve fazer login no site do Enem com dados pessoais e senha. Quem perdeu a senha, pode resgatá-la no botão ‘esqueci minha senha.’
site-inep
INEP.

* Polícia faz ‘permuta’ de presos no RN para tentar acabar com rebelião.

Quatro ônibus com detentos deixaram a Penitenciária Estadual de Parnamirim por volta das 10h20 desta quarta (18). A informação foi confirmada pela Polícia do RN. Eles foram levados para o Presídio Provisório Raimundo Nonato, na Zona Norte de Natal. A expectativa é que ´presos de Alcaçuz sejam transferidos para o PEP.

A Penitenciária Estadual de Alcaçuz foi palco de uma rebelião de mais de 14 horas entre sábado e domingo (15) que deixou 26 mortos. Desde então a situação é tensa na unidade.

Os integrantes do Sindicato RN, a mais numerosa organização criminosa do estado, estão em confronto com o Primeiro Comando da Capital (PCC), que domina um dos cinco pavilhões de Alcaçuz. Os detentos de duas facções criminosas rivais estão soltos dentro da penitenciária.

* Presos erguem bandeirão no Pereirão com as siglas do Sindicato do RN e facções aliadas.

Os presos da Penitenciária Estadual do Seridó, que pertencem a facção Sindicato do RN, ergueram nesta quarta-feira (18), uma bandeira com as sigla SDC, RN, CV, OKD, FDN.

O bandeirão pode ser visto por quem passa na rodovia RN-288 que passa ao lado do presídio e também por moradores de bairros localizados nas imediações da unidade.

Na manhã desta quarta-feira, o diretor do Presídio de Caicó, Ubirajara Araújo, concedeu entrevista à Rádio Caicó e disse que recebeu um recado dos presos informando que eles não aceitavam que a unidade recebesse presos da facção PCC, sob pena de ocorrer o que já houve no passado que foi o confronto entre as duas denominações.
Presos-do-Presídio-de-Caicó-hastearam-bandeira-no-Presídio-de-Caicó-Foto-Sidney-Silva-696x408
Pereirão.
Sidney Silva

* Vergonha: Ex Servidores entraram na justiça contra prefeitura de Caraúbas.

Na manhã desta segunda feira 16 de janeiro de 2017, compareceram a Promotoria de Justiça de Caraúbas vários ex servidores contratados da Prefeitura de Caraúbas da antiga administração no objetivo de denúncia contra a prefeitura pelo não pagamento do mês de dezembro de 2016. 

A celeuma deu início logo após esse período de transição administrativa, onde fundos da repatriação foram recebidos ainda no período da outra gestão, no dia 29 de dezembro, e por questões burocráticas a mesma não conseguiu efetuar esses pagamentos, deixando todos os valores já em caixa. 

A princípio, em nota publicada na imprensa local no dia 10 de janeiro do presente ano, a nova gestão justificou o não pagamento aos 134 contratados, devido a falta de documentos essenciais no devido processo contábil e jurídico e assim solicitou a equipe financeira da gestão do ex prefeito Ademar Ferreira que providenciasse uma serie de documentos e que após isso, faria normalmente e de imediato o pagamento, seguindo todos os princípios que norteiam a administração pública, bastando somente sua equipe jurídica ser consultada. 

O ex secretario de finanças Mikeias Gurgel e de governo Gilvandro além de Leila Cristina de imediato atenderam todas as exigências solicitadas pela nova equipe do prefeito Juninho Alves e bastou tão somente aguardar o cumprimento dos pagamentos. Ocorre que até o presente momento nada foi feito. Nenhum servidor pago mesmo tendo entregue todos os documentos e recurso tendo ficado nos cofres da prefeitura justamente pra que fosse efetuado esse pagamento. 

A indignação por parte dos ex servidores foi tamanha que foram obrigados a acionarem a justiça afim de que consigam com auxílio do judiciário local receber os devidos pagamentos já que trabalharam para a prefeitura de Caraúbas e precisam receber. Então hoje boa parte dos 134 se dirigiram até a promotoria de justiça e lá foi feito um termo de declaração onde foi tudo relatado, todos os fatos e que agora a esperança está nas mãos do Dr. Rafael Silva Paes Galvão, Promotor de Justiça de Caraúbas, que irá dá o seu despacho. Renovando assim as esperanças dos trabalhadores que simplesmente querem receber aquilo que tem direito. 

Para entender melhor sobre repatriação veja matéria publicada no G1 em 29 de dezembro de 2016 as 20h06 e entenda um pouco mais sobre esses recursos: 

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Raimundo Carreiro acatou recurso do governo federal e liberou nesta quinta-feira (29) o repasse aos municípios, ainda em 2016, de uma verba extra de cerca de R$ 5 bilhões da chamada repatriação de recursos mantidos ilegalmente no exterior por brasileiros. 

Diante da decisão do ministro do TCU, a assessoria do Ministério Fazenda informou na noite desta quinta que o Tesouro Nacional emitiu a ordem bancária e o dinheiro entrará nesta sexta (30) na conta dos municípios. Carreiro havia proibido na última quarta (28) que o governo federal transferisse antecipadamente os recursos aos municípios, como havia sido negociado pelo Palácio do Planalto com os prefeitos. 

A decisão do ministro de bloquear o pagamento atendeu a uma representação do Ministério Público do Maranhão. No despacho, o ministro do TCU alegou que, além de desrespeitar a data definida na lei – que originalmente previa o repasse para o dia 30 de dezembro, não 29 –, a antecipação poderia trazer prejuízo aos cofres públicos. O governo federal apresentou recurso à decisão no fim da tarde desta quinta. Nela, alega que a transferência apenas no dia 2 de janeiro o obrigaria a pagar correção monetária de cerca de R$ 100 milhões, prejuízo que "viria a debilitar ainda mais as arcas federais" em momento "delicado". 

No texto do recurso, o governo alega ainda que, como nesta sexta (30) é feriado bancário, os recursos, mesmo que transferidos nesta quinta (29), só estariam disponíveis nas contas das prefeituras no dia 2 de janeiro, quando os bancos voltam a operar após o recesso de Ano Novo. Dessa maneira, diz o governo, a decisão do ministro fica "preservada". 

Pressão dos prefeitos O governo recorreu da decisão do TCU após pressão dos prefeitos. Na manhã desta quinta, representantes da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) se reuniram com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto para tratar do assunto. 

A pressão é para garantir que os recursos entrem nas contas das prefeituras a tempo de contribuírem para o fechamento das contas de 2016. Alguns prefeitos dependem desse dinheiro para não descumprirem a Lei de Responsabilidade Fiscal. 

No entendimento dos prefeitos, mesmo que os recursos só possam ser movimentados no dia 2 de janeiro, a transferência nesta quinta já atende a essa necessidade porque os recursos entram nas contas ainda em 2016. 
 Servidores...
 Protocolado.

* Portaria suspende transferência de recursos para 33 municípios do RN.

O Ministério da Saúde publicou portaria suspendendo a transferência de recursos financeiros para 33 municípios do Rio Grande do Norte. A medida consta na edição desta quarta-feira, 18, do Diário Oficial da União (DOU). Ao todo, a pasta suspendeu o repasses para mais de 1000 municípios em todo o Brasil.

Os municípios potiguares nesta lista são:

Augusto Severo, Baía Formosa , Bento Fernandes, Caiçara do Norte, Carnaubais, Espírito Santo, Governador Dix-Sept Rosado, Ipueira, Itajá, João Dias, Jundiá, Lagoa de Velhos, Luís Gomes, Major Sales, Marcelino Vieira, Monte das Gameleiras, Rio do Fogo, Passa e Fica, Patu, Poço Branco, Porto do Mangue, Pureza, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Riachuelo, Santana do Matos, São Bento do Norte, São Bento do Trairí, São Miguel, São Tomé, Serra do Mel, Sítio Novo e Venha – Ver.

Ainda de acordo com a Saúde, a irregularidade é quanto à informação da produção da vigilância sanitária dos meses de junho a outubro de 2016, apresentando 3 (três) meses consecutivos sem informação no SIA/SUS.

Segundo o documento, a suspensão é devido a “Estados e Municípios quanto ao cadastro dos serviços de vigilância sanitária no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES) e quanto à informação da produção da vigilância sanitária no Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS)”.

A portaria entra em vigor na data de sua publicação.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

* Aviso sobre as nossas Rapidinhas!!!!

Informamos a todos os nossos milhares de leitores e leitoras que as nossas rapidinhas só serão retomadas no próximo dia 23 de janeiro do corrente,

Agradecemos a compreensão de todos!
Segue o nosso abraço!

* Caraúbas 'parou' para ouvir Carol Fernandes.

O município de Caraúbas literalmente 'parou' para ouvir a entrevista da 'Bela' Carol Fernandes (PR), no programa "Sociedade em Foco" apresentado por João Gomes na Rádio Liderança FM, nossa.

A entrevista nesse momento(12h36min) está sendo muito difícil de ser conduzida dado as inúmeras declarações de apoio de pessoas de todos os recôncavos do município.

O povo demonstrou um carinho poucas vezes na história do rádio local.

A 'Bela' ainda externou que seguirá firme e forte em defesa do nosso povo e que seu nome está a disposição do seu partido e do seu grupo político, inclusive em 2018, hum rum.

Essa 'Bela' vai longe...
Olhe a Bela ai!

* Delação da ´Camargo Correa´ deve envolver 200 políticos.

Na edição do final de semana, a revista Veja informa que aproximadamente 40 executivos da empreiteira Camargo Corrêa deverão refazer depoimentos prestados e/ou aderir à delação premiada, o que apimenta ainda mais a expectativa para o término das férias no Supremo Tribunal Federal.
IMG_3406
O bicho vai pegar.

* Maia tem dez dias para se manifestar sobre candidatura.

A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, concedeu dez dias para que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se manifeste a respeito de uma ação movida por André Figueiredo (PDT-CE), seu adversário na disputa para permanecer no comando da Casa. Figueiredo questiona a possibilidade de reeleição de Maia na atual legislatura.

O prazo começa a contar a partir do momento em que Maia for notificado. De acordo com a presidência da Câmara, ele ainda não foi notificado.
IMG_3404
Cármem.

* Chefes da rebelião são transferidos de Alcaçuz.

A Polícia Militar, com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) e Grupo de Escolta Penal (GEP), adentraram na unidade prisional e retiraram cinco detentos apontados como chefes da rebelião. Eles foram levados para a Polícia Civil, onde serão ouvidos pelas autoridades competentes. Os presos foram identificados como: Paulo da Silva Santos; João Francisco dos Santos; José Cândido Prado; Paulo Márcio Rodrigues de Araújo; e Tiago Souza Soares. Durante a ação, também foram retiradas do presídio armas brancas e armas de fogo de fabricação caseira.

“Todos os dias estamos realizando operações em Alcaçuz. Primeiro fizemos a retirada dos corpos. Agora fizemos a retirada das lideranças da organização criminosa que comandou a rebelião. Depois vamos fazer a recontagem dos presos da penitenciária”, explicou o secretário da Justiça e Cidadania do RN, Wallber Virgolino. Esses apenados devem responder por crimes como organização criminosa e homicídio.

Além disso, nesta segunda o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) confirmou a identificação de quatro dos 26 corpos retirados da penitenciária, são eles: Jefferson Pedroza Cardoso; Anderson Barbalho da Silva; George Santos de Lima; e Diogo de Melo Ferreira. Todos foram identificados por comparação de digital através dos exames papiloscópicos.

“Tivemos um apoio importante da Polícia Federal, que nos enviou papiloscopistas para ajudar nesse processo. Em conjunto com as nossas equipes, estamos trabalhando para fazer a liberação desses corpos o mais rápido possível”, destacou o secretário da Segurança do RN, Caio Bezerra.
caio
Crise,

* Chuvas deixam população em alerta sobre dengue, Zika e Chikungunya.

O período chuvoso está chegando e com ele vem a preocupação das arboviroses, doenças causadas pelos chamados arbovírus e que incluem o vírus da dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela. No Rio Grande do Norte, a maioria das arboviroses são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Segundo o bioquímico Leandro Maia, do laboratório Vitanálises em Apodi, este tipo de doença tem maior incidência no primeiro semestre do ano, devido às chuvas que começam a cair na região, e por isso deve-se ter uma atenção redobrada.

* Na Globo News, Robinson Faria anuncia medidas para conter a violência nos presídios.

Em entrevista na Globo News agora a pouco o governador Robinson Faria relatou algumas medidas que serão adotadas para conter a violência nos presídios do Rio Grande do Norte.
IMG_3420
Robinson Faria.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

* Hospital Memorial suspende cirurgias por atraso em pagamento do Governo do Estado e causa superlotação no Walfredo.

O Hospital Memorial, referência em ortopedia e traumatologia no RN, mantém suspensos desde dezembro, os atendimentos a pacientes advindos do interior do Estado devido à dívida acumulada pelo Governo, que persiste desde agosto de 2016. Diante desta situação, o hospital Walfredo Gurgel vem sofrendo com a superlotação dos que aguardam por cirurgias. Para agravar ainda mais o problema, ontem (15/01), foram encaminhados presos de Alcaçuz com politraumatismos provocados pela rebelião do fim de semana, em Nísia Floresta.

Cerca de 25 cirurgias ortopédicas são realizadas por dia no Memorial em pessoas encaminhadas pelo Walfredo Gurgel. Em torno de 60% deste número corresponde àqueles que moram fora de Natal e buscam assistência médica na capital potiguar. Atualmente, as vítimas de acidentes com fraturas de membros inferiores estão sendo relocadas para os hospitais João Machado, Ruy Pereira dos Santos e Deoclécio Marques de Lucena, este último em Parnamirim, a fim de serem acompanhados por médicos generalistas e aguardarem as cirurgias, que não têm previsão para serem realizadas, ao passo que as sequelas só se agravam com o tempo. Fraturas mais leves são tratadas com um descaso ainda maior: sem expectativa de atendimento, os pacientes retornam às suas residências.

O corpo médico do Hospital Memorial se sensibiliza e lamenta a situação, uma vez que o atraso na realização das cirurgias agrava o quadro de cada paciente, que conviverá com as sequelas da longa espera, para o resto da vida. A administração reitera que manteve o atendimento sem pagamento enquanto foi possível, prezando pela missão de cuidar e melhorar a qualidade de vida das pessoas debilitadas, mas a ausência de suporte e reembolso por parte do Governo tornou inviável a continuidade do trabalho a esses pacientes do SUS.

Prestes a completar 26 anos de atividades, o Hospital Memorial tem uma equipe composta por 325 funcionários, dentre os quais o corpo médico especializado em pés, joelho, quadril, ombro, mãos, coluna e demais modalidades do tratamento ortopédico.
Situação grave.

* IFRN oferta 170 vagas para cursos de especialização.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte está com 170 vagas para especializações em diversas áreas, através dos Editais 38/2016, 39/2016 e 41/2016. As vagas são para os campi de Mossoró, Parnamirim, Natal-Central e EAD.

As inscrições para os três primeiros campi já estão ocorrendo desde o dia 3 de janeiro e vão até o dia 23 de janeiro. Já os cursos à distância são voltados para a educação de jovens e adultos e suas inscrições começam hoje (16) e seguem até 18 de fevereiro.

A seleção de estudantes, para ambos os editais, será através de processo classificatório e eliminatório, realizado por meio de análise do currículo e do histórico acadêmico do curso de graduação dos candidatos inscritos.
proxy
IFRN.

* Itep começa identificação de presos mortos na rebelião de Alcaçuz.

G1/RN: O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) começou na tarde desta segunda-feira (16) o trabalho de identificação dos corpos retirados da Penitenciária Estadual de Alcaçuz depois da rebelião que deixou pelo menos 26 mortos no fim de semana.

Segundo o Itep, os corpos estão em uma carreta-frigorífico no quartel da Polícia Militar e serão levados de quatro em quatro para o Instituto. Os peritos coletarão as impressões digitais dos mortos e farão exame de raio-x da face, que deve ajudar a identificar os detentos pela arcada dentária.

Depois que todos forem examinados, os dados coletados serão cruzados com o sistema de identificação do Instituto, que entrará em contato com as famílias dos presos conforme eles forem identificados.
itep
ITEP.

* Rosalba promete pagar janeiro em dia e piso do magistério.

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, garantiu o pagamento de janeiro dentro do mês, com um 1/3 de férias dos professores e assegurou o novo piso salarial do magistério.

Foi marcada uma nova reunião para dia 26 quando será definido o pagamento dos meses em atraso.
O Sindiserpum tem assembleia geral para tomar posição sobre atraso salarial e outras questões. Acontecerá amanhã (terça-feira, 17), às 8h30, no auditório do Hotel Villa Oeste.
Rosalba-recebe-ao-lado-de-secretários-municipais-a-direção-do-Sindiserpum-16-01-17-e1484584858213
Rosalba em ação.

* Governo divulga nota atualizada sobre situação em Alcaçuz.

O Governo do Estado divulgou agora pouco uma nota de esclarecimento sobre a situação do presídio estadual de Alcaçuz. O texto reafirmou o total de 26 óbitos, segundo o Instituto-Técnico e Científico de Perícia (ITEP). Eles também afirmaram que em virtude das instalações danificadas por causa das ocorrências dos últimos dias e por ainda concentrarem detentos nas áreas internas, tem sido um trabalho difícil e demorado no local.

Veja a nota na íntegra:

O Instituto-Técnico e Científico de Perícia (ITEP) tem realizado o trabalho de retirada dos corpos. Na noite deste domingo (15), foram contabilizados 26 óbitos.

Em virtude das instalações do presídio estarem bastante danificadas, por causa das últimas ocorrências, e por ainda concentrarem detentos nas áreas internas, tem sido um trabalho difícil e demorado. Outro fator que também dificulta a identificação é a situação em que alguns corpos foram encontrados.

O ITEP permanece trabalhando e existe a possibilidade de que outros corpos sejam descobertos nas dependências do presídio, portanto, esses números poderão ser atualizados. O Governo do Estado trabalha com absoluta transparência e não tem interesse em esconder as informações.

As ações policiais ainda atuam em Alcaçuz para preservar o controle no local.

Nesta segunda-feira (16) está em andamento uma operação no presídio, com GOE, Choque e Bope, além do apoio de outros órgãos, para a realização de um pente fino no presídio, com o objetivo de manter a ordem e identificar se há outros mortos.

A Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejuc) está gradativamente realizando a contagem de presos nos pavilhões. Só após a conclusão dessa contagem será possível confirmar se houve fugas.

Na madrugada, por volta das 3h da manhã, detentos do presídio provisório Raimundo Nonato, na zona Norte de Natal, iniciaram um motim. Alguns colchões foram queimados e os agentes realizaram alguns disparos para conter o grupo, até a chegada do reforço da Polícia Militar com o BOPE e BP Choque na área externa. Até o início da manhã, a PM permaneceu no local aguardando a chegada do Grupo de Operações Especiais (GOE) para realizar uma revista no local.  A situação está controlada e não há informação sobre feridos na unidade.

A partir das 17h os secretários de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, e da Segurança Pública, Caio Bezerra, estarão à disposição da imprensa na sede da Secretaria de Segurança Pública para prestar as informações mais recentes sobre as ações realizadas nas últimas 24 horas.

domingo, 15 de janeiro de 2017

* Decapitações, terror e ódio: veja todos os detalhes da rebelião que atingiu a Penitenciária de Alcaçuz.

O clima ficou tenso na Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Os detentos iniciaram uma rebelião na tarde deste sábado (14) e mataram ao menos dez pessoas, segundo informações repassadas pelas forças policiais à imprensa no final da noite.

A rebelião foi confirmada pela Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado (Sejuc). O coordenador de administração penitenciária da Sejuc, Zemilton Silva, informou à imprensa que o tumulto era de “grandes proporções” na unidade prisional da grande Natal.

A assessoria da Polícia Militar informou que o motim começou por volta das 16h30, quando presos do pavilhão 1 invadiram o pavilhão 5 da penitenciária. Os pavilhões da penitenciária são controlados por facções criminosas rivais, denominadas de PCC e Sindicato do Crime.

No final da noite de sábado, o Governo do RN emitiu nota oficial onde detalhou as ações que foram planejadas para acabar com a ocorrência. Do lado de fora, familiares de presos se desesperaram durante toda a noite diante da falta de informações vindas de dentro do presídio, totalmente controlado pelos criminosos.

14h depois, o fim
Foto: Ricardo Araújo / Estadão
Por volta das 6h30 da manhã deste domingo (15), o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) e a Polícia Militar, com equipes do BOPE e CHOQUE, deram início à ocupação da Penitenciária.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), a operação foi um sucesso e o presídio está dominado pela equipe de segurança do Governo do RN. Ao todo, a rebelião durou 14 horas e computou, até o momento, 10 mortes.

Líderes identificados

O Governo do Rio Grande do Norte, através da Sejuc e da Sesed, identificou seis presos que lideraram a rebelião registrada neste sábado na Penitenciária de Alcaçuz, localizada em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal.

Durante entrevista coletiva realizada na manhã deste domingo (15), o secretário de Segurança, Caio Bezerra, disse que todos os líderes serão transferidos para outras penitenciárias do Rio Grande do Norte, no entanto, ainda não se sabe exatamente para quais unidades eles irão.

Wallber Virgolino, secretário de Justiça, informou que outros detentos também poderão ser indiciados como mentores da rebelião no decorrer das investigações, mas até o momento apenas estes seis estão confirmados.

A Sejuc não descartou a possibilidade de ter havido facilitação para o início da ocorrência e disse que trabalhará em cima de todas as hipóteses.

ITEP se prepara para receber ao menos 30 corpos
Fachada do ITEP
Equipes do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) estão desde as primeiras horas da manhã deste domingo (15) dentro dos pavilhões da Penitenciária para fazer a remoção dos corpos até a sede do órgão, onde passarão pelos procedimentos necessários até que sejam entregues às famílias.

O Instituto espera receber pelo menos trinta corpos oriundos da rebelião que ocorreu durante 14h na maior penitenciária do Estado e foi iniciada no final da tarde deste sábado. Existem corpos decapitados e outros mutilados. Todos serão transportados até o ITEP num caminhão-baú convencional.

Segundo informações da Tribuna do Norte, haverão cinco legistas na sede do ITEP (três potiguares e dois paraibanos), oito necrotomistas (seis potiguares e dois paraibanos), cinco necropapilocopistas e dois dentistas que trabalharão na identificação dos cadáveres.

Por contar apenas com duas câmaras frigoríficas que comportam entre 20 e 30 corpos, o ITEP solicitou a chegada de um caminhão frigorífico que virá de Fortaleza e deverá chegar em Natal ainda neste domingo para armazenar os corpos até que todos sejam devidamente liberados. Até o momento, nenhum foi identificado.

Detentos cortaram energia e desativaram bloqueadores de celular
bloqueadores
Os presos que se rebelaram na Penitenciária Estadual de Alcaçuz cortaram os cabos de energia e subiram em postes para desativar os aparelhos que bloqueiam a chegada do sinal de rede telefônica até o presídio (mecanismo implantado recentemente pelo Governo do Estado).

A informação também foi confirmada pelo secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, durante a entrevista coletiva realizada nesta manhã. Segundo o titular da Sejuc, o Governo não tomou medidas nesse sentido ao lado do motim, sendo todas elas praticadas pelos próprios detentos.

Número de mortes

Ainda na entrevista coletiva, Virgolino disse que ainda não tem o número exato da quantidade de mortes que a rebelião registrou. Segundo o secretário, até o final da tarde este número deverá ser reconhecido. “Esperamos finalizar tudo isso antes do sol raiar”, concluiu.
Agora RN.